Jornalismo lento: menos pressa, mais qualidade

Compartilhe essa matéria:

Com a chegada da internet, um impasse tem se tornado cada vez mais frequente no meio jornalístico. Trata-se da pressa em divulgar informações antes dos jornais concorrentes, o que pode fazer com que possíveis erros sejam cometidos. Para diminuir esse frenesi, surgiu o conceito de “jornalismo lento” (slow journalism). Ele traz a ideia de que um conteúdo noticioso pode ser produzido e divulgado sem pressa e, mesmo assim, manter o seu caráter atual.

 

Motivações para um jornalismo lento

 

Desde os tempos do jornalismo analógico, já havia um certo valor em ser o primeiro a veicular um fato importante. No entanto, as possibilidades da internet tornaram o ritmo nas redações ainda mais rápido, o que nem sempre é bom.

 

Por exemplo, quem nunca viu a notícia de que o número de mortos de determinado acidente era de 25 e depois caiu para 21? Como assim o número de mortos caiu? O jornalismo lento busca priorizar a qualidade no recolhimento dos dados, mesmo que isso signifique maior demora na publicação da matéria. Não é intrinsecamente necessário que a notícia chegue ao público quase que instantaneamente, pois demorar um pouco não prejudica a transmissão da informação. Pelo contrário, isso tornará as notícias mais completas e precisas.

 

Jornalismo lento
Às vezes, é necessário reconsiderar as prioridades dentro do jornalismo.

 

A quantidade de conteúdo produzido também é reduzida para evitar o excesso de informações. Isso porque a profundidade nos detalhes de um tema conta muito para o conhecimento de mundo do expectador. Por vezes, mais do que a variedade de assuntos consumidos. Afinal, quando tudo vira notícia, os fatos mais relevantes acabam perdendo-se no meio de tantos outros. Por isso, a intenção dessa nova tendência é de que o expectador possa refletir melhor sobre os dados que está lendo/ouvindo/assistindo.

 

E com um prazo maior para entregar a notícia, o jornalista pode trabalhar melhor na produção da matéria. Além de fazer uma apuração mais assertiva, poderá inserir outros dados relevantes e contextualizar o assunto. Enfim, mais do que contar fatos do cotidiano, o jornalismo lento busca informar com qualidade a população.

Fonte: “Slow Journalism” é nova tendência no jornalismo digital

 

Veja também: Era Digital – evento discute tendências e oportunidades.

 


Compartilhe essa matéria:
Ionnara Lima

Ionnara Lima

Jornalista pela Universidade Federal do Tocantins e produtora de conteúdos para sites/redes sociais.